Argentina. Ato em solidariedade com o povo brasileiro: Os “IRREDENTOS” de ontem e de hoje

Por Ana Guillermina Roca Iturralde, Resumen Latinoamericano, 19 de março 2016.-

FOTOS: MARTINA MAUS (Resumen Latinoamericano)

Em momentos em que a situação do Brasil se agrava notoriamente e a direita avança a passos acelerados, em Buenos Aires, realizou-se uma atividade solidária com o povo e as organizações populares brasileiras. A convocatória foi feita pelo Resumen Latinoamericano e as Cátedras Bolivarianas, convidando a três lutadores revolucionários brasileiros, como são: Raphael Martinelli, máximo dirigente dos ferroviários antes da ditadura, e co-fundador junto a Carlos Marighella da organização político militar Ação Libertadora Nacional (ALN), Paulo Gomes Neto ex-militante da ALN e Geraldo Sardinha fundador do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário e ex-integrante do MLN Tupamaros. Coube-lhes apresentar na Taberna Internacionalista Vasca de Buenos Aires o documentário “Os Irredentos”. Um excelente filme para o debate, já que gira em torno à luta revolucionaria no Brasil, e que também expressa, mediante os testemunhos de vários protagonistas dos movimentos revolucionários dos anos 60 e 70 que “a história é escrita pela elite e por isso há que contar a outra história” para que a juventude entenda a luta dos movimentos populares no país, porque “um povo sem memória é um povo sem cultura”.

Irredentos são pessoas que não param de lutar, assim o explicou Raphael Martinelli e, inclusive, esse conceito o personifica, porque nos seus 92 anos continua firme brigando por seus ideais como na década de sessenta. “Passei por várias ditaduras, fui preso, mas tudo o que realizamos é experiência para a juventude”, afirmou.

Do mesmo modo, Paulo Gomes Neto declarou que o filme é educativo para a militância, para a juventude. Por sua parte, Geraldo Sardinha expressou que além do documentário, continuarão este propósito de defender a memória. Por isso criaram um blog para contribuir com a história das organizações militantes na América Latina.

No que se refere ao panorama atual do Brasil, Martinelli ressaltou a importância da combatividade e a necessidade de unificar esforços contra o imperialismo na América Latina. Destacou que estão claras as intenções dos Estados Unidos, já que vêm pela água, com a Nestlé e Coca-Cola, reiteram os ataques contra Venezuela pelo petróleo, e, além disso, utilizam os meios de comunicação concentrados para a campanha de medo. “Brasil está com fogo aceso, a classe média está alvorotada, a oposição está agressiva, há uma onda de fascismo a qual os meios de comunicação dão publicidade, sobretudo o grupo “O Globo”, assegurou Gomes Neto.

Sardinha com uma “leitura mais dialética e desde o ponto de vista do militante” expressou que na América Latina os movimentos de esquerda devem ter uma alternativa para a revolução. Também ressaltou que Lula foi o único presidente que deu atenção para os pobres. “Levou energia elétrica a lugares onde antes não havia, foi o que criou mais universidades e escolas técnicas. Combateu a fome e a pobreza. Mas não acompanhou com educação e formação política”.

Frente às manifestações opositoras no Brasil, o fundador do PCBR declarou que no interior de São Paulo houve movimentos fascistas que desfilaram fardados, no Rio manifestantes levantaram o braço como os nazis e foram vistas inscrições fascistas. “Há que entender a realidade concreta, há que defender a estabilidade do governo. Há que mudar o mundo e essa é tarefa dos revolucionários, dos militantes, dos irredentos. Temos que nos preparar porque a luta continua”, afirmou Sardinha. E também a necessidade de seguir batalhando pela Revolução Latino-americana.

*Tradução livre feita pelo Blog Os Irredentos.

Texto originalmente publicado no site do Resumen Latinoamericano: http://www.resumenlatinoamericano.org/2016/03/20/argentina-acto-en-solidaridad-con-el-pueblo-brasileno-los-irredentos-de-ayer-y-de-hoy/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s